Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas de uma Vida Pouco Privada

Espaço dedicado à vida pouco privada de uma família de quatro, mãe, pai, mini e micro, gerido pela mãe que tenta não se esquecer de ser mulher e companheira quase todos os dias...

Espaço dedicado à vida pouco privada de uma família de quatro, mãe, pai, mini e micro, gerido pela mãe que tenta não se esquecer de ser mulher e companheira quase todos os dias...

Das Mini-Férias

Esta é a nossa nova realidade. Mini-Férias que é melhor que nada como é óbvio. Mas a realidade é esta, desde que o homem mudou de trabalho, as férias têm sido bem reduzidas e temos de aproveitar os poucos momentos disponíveis.

Desta vez fomos convidados para a Primeira Comunhão do nosso afilhado. Pelos vistos, lá para aqueles lados dá direito a festa rija, há pessoal que vai para quintas e tudo, tipo casamento. A do nosso afilhado foi em casa, mas com pompa e circunstância e correu muito bem.

E como já disse, as oportunidades são poucas, por isso temos de aproveitar e desde que saímos da universidade há paragens habituais ao longo do caminho.

As pit stops mais comuns são nos meus primos e nos padrinhos do Mini, que são também dos nossos melhores amigos e de quem tenho sempre muitas saudades.

Nos meus primos, temos sempre a mesa posta à nossa espera e é muito reconfortante estar com eles aquele bocadinho à conversa e ser mimada com as minhas comidinhas favoritas.  

Nos padrinhos do Mini, chegamos sempre tarde e a más horas, e tentamos sempre ficar pelo menos um dia. Quando lá chego tenho sempre a mesma sensação, estamos em casa e é tão bom... Fomos à praia, jantámos com amigos que são família, pusemos a conversa em dia. Foi óptimo.

Custa-me sempre ir embora e fico sempre com a sensação de que foi muito pouco tempo, não falámos tudo o que queríamos, não vivemos tudo o que queríamos, é sempre pouco tempo, ainda mais agora que eles estão grávidos. Mas é melhor aqueles curtos momentos do que nada...

Seguimos depois para casa dos tios porque a festa era lá. Continuou a chover todos os dias mas estivemos todos juntos, em família, primos, tios, avós e muita brincadeira.

O Micro fartou-se de brincar com os tios e com os avós que não vê muitas vezes e fez as delicias de toda a gente porque estava muito bem disposto.

Estas viagens fazem-me bem, fazem-nos bem. Falamos de coisas que normalmente não falamos, vemos paisagens lindas, visitamos zonas que não nos são familiares, vemos amigos e família que estão longe e confesso, passa-nos completamente ao lado, que Portugal é lindíssimo. 

 

FotoJet Collage.jpg

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.